03/11/2020 Sindmóveis: gestão do presidente Vinicius Benini é prorrogada até 2022
09/11/2020 Movelsul Brasil promove rodadas de negócios virtuais entre 295 empresas

Imprensa / Notícias

03/11/2020

Polo moveleiro de Bento Gonçalves cresce 3% na geração de empregos

Depois de atingir um de seus piores momentos em no segundo trimestre desse ano, a indústria de móveis segue um caminho de recuperação nos últimos meses. A geração de empregos no mês de setembro fez com que o segmento moveleiro superasse o saldo de postos de trabalho do início de 2020 pela primeira vez desde o início da pandemia.

Em setembro, indústria moveleira brasileira teve um saldo positivo de 5.069 empregos. Com esse resultado, fechou o terceiro trimestre do ano com 234.810 postos de trabalho. No ano, a variação é positiva de 1,19% em relação ao início de 2020. A geração de empregos da indústria moveleira é superior quando comparada à média da indústria de transformação, cuja geração de empregos está praticamente estagnada em relação ao início de 2020, mesmo com o ganho dos últimos meses.

No polo moveleiro de Bento Gonçalves, a taxa de crescimento dos postos de trabalho na indústria moveleira é superior a do estado e do país. A geração de empregos é positiva em 3% em relação ao início do ano. Bento Gonçalves encerrou o terceiro trimestre com 6.070 empregos diretos. A compilação dos dados é feita pela Inteligência Comercial do Sindmóveis Bento Gonçalves a partir de informações do Novo Caged.

No estado, a geração de empregos seguiu o ritmo da indústria brasileira. A variação é positiva de 1,16% quando considerado o mês de setembro, em relação ao início de 2020. O fechamento do terceiro trimestre do ano mostra 34.118 postos de trabalho na indústria gaúcha. Apenas a partir do mês de setembro é que o saldo se tornou positivo. Após resultados negativos especialmente no primeiro semestre, a indústria moveleira gaúcha teve um saldo positivo de 661 empregos no mês.