23/11/2017 Mobilidade e design norteiam nova sede do Sindmóveis
24/11/2017 Centro Empresarial reafirma o valor do associativismo enraizado no Sindmóveis

Imprensa / Notícias

24/11/2017

Centro Empresarial Bento Gonçalves inaugura celebrando a união

A noite de 23 de novembro de 2017 está consolidada na história de Bento Gonçalves não só pela inauguração do Centro Empresarial, oficialmente apresentado à comunidade, e que reúne a sede de algumas das mais representativas entidades do município – mas, principalmente, pelo ideal de união e integração que concretiza. A abertura de suas portas assinala a chegada de um novo momento de associativismo em busca da consolidação de objetivos comuns – como o progresso e o desenvolvimento socioeconômico da região, contemplando todos os setores produtivos, geradores de riqueza, renda e empregos.

Projeto do Centro da Indústria, Comércio e Serviços de Bento Gonçalves (CIC-BG), em parceria com o Sindicato das Indústrias do Mobiliário de Bento Gonçalves (SINDMÓVEIS) e a Associação das Indústrias de Móveis do Estado do Rio Grande do Sul (MOVERGS), o prédio abrigará a sede de cada uma das três entidades, instituidoras da obra. Além dessas, o edifício acolherá, também ASCON, SEGH, SIMPLAV e SINDIBENTO, que já confirmaram a aquisição de salas no imóvel. O complexo, localizado na Rua Avelino Luiz Zat, 95, bairro Fenavinho, tem 5,2 mil metros quadrados de área construída, contando com quatro pavimentos que abrigarão área administrativa, salas e auditório para 700 pessoas, além de elevadores e garagem coberta. O investimento alocado no edifício, incluindo a aquisição do terreno onde está instalado, ultrapassa os R$ 17 milhões. A construção foi iniciada em dezembro de 2015 e oficialmente entregue no dia 31 de outubro deste ano.

Sua concretização é um momento emblemático porque mostra como o modelo do associativismo é vencedor, na opinião do presidente do CIC-BG, Laudir Miguel Piccoli. “Essa obra sintetiza a capacidade de união das lideranças locais em busca da realização de objetivos comuns. Ao cruzarem a porta de entrada nesse prédio, dia após dia, ano após ano, todos poderão perceber o quanto Bento Gonçalves tem a oferecer, como sua classe empresarial é repleta de exemplos de sucesso, que procuram estar sempre à frente, fazendo cada vez mais pela coletividade. Por isso, esse prédio é, acima de tudo, uma inspiração, mostrando que juntos podemos alcançar quaisquer objetivos, que temos a força empreendedora para vencer quaisquer obstáculos e, também, que Bento Gonçalves é uma cidade talhada para o sucesso”, disse Piccoli.

Também o presidente do Sindmóveis de Bento Gonçalves, Edson Pelicioli, reforça a importância do associativismo para um avanço sustentável da economia local. Segundo ele, não se trata de um discurso de intenções, mas de um valor atrelado à trajetória do Sindmóveis, que sempre buscou a convergência de esforços em seus projetos de apoio ao setor moveleiro. “É nos dias difíceis que percebemos o valor de uma representação empresarial coesa e fortalecida. Não são tempos de concorrer, mas tempos de colaborar. O mercado está sinalizando para a coletividade. As pessoas querem ver boas iniciativas e bons exemplos de trabalho íntegro”, conclamou em seu discurso.

Representando a união de ideais, convicções e trabalho acima de quaisquer aspirações particulares, o Centro Empresarial sintetiza o legado empreendedor, político e histórico que Bento Gonçalves recebeu e deixa para as novas gerações, de acordo com o presidente da Movergs, Volnei Benini. “Estamos entregando para nossa cidade um complexo com modernas instalações e tecnologia de última geração, resultado da união de esforços das entidades que representam o empreendedorismo da região”, disse.

 

Lideranças reconhecem grandiosidade da conquista

Por esse grau de representatividade, a obra – tão sonhada e aguardada pelo setor empresarial – é um marco histórico, não só no desenvolvimento da cidade, mas de toda região, de acordo com o prefeito de Bento Gonçalves, Guilherme Pasin. “O Centro Empresarial é um projeto que representa os interesses de diversas entidades, otimiza recursos e cria um ambiente para o crescimento sustentável e coletivo dos setores produtivos locais. Teremos num único espaço entidades que projetam o Município nacional e internacionalmente como CIC-BG, a Movergs e o Sindmóveis. Juntas, elas são responsáveis por três grandiosas feiras: ExpoBento, Movelsul Brasil e FIMMA Brasil. Além disso, o local agrega entidades de extrema relevância para outros setores, que são o Sindibento, o SEGH, o Simplavi e a Ascon Vinhedos. Sem dúvidas o Centro Empresarial contribuirá de forma muito expressiva para fortalecer ainda mais esta união e estimular o trabalho cooperativado entre as instituições representativas da região”, avaliou.

A exaltação da união como princípio norteador para o avanço coletivo é um dos marcos simbólicos mais relevantes desse momento, conforme o presidente da Câmara de Vereadores de Bento Gonçalves, Moisés Scussel Neto. “O Centro Empresarial significa a concretização de um sonho que há décadas mobiliza as lideranças empresariais de Bento Gonçalves. É o símbolo da força do cooperativismo e da união em busca da realização de objetivos comuns, e está comprovado que com empenho e dedicação de lideranças locais, conquistaram resultados positivos, como é a nova sede das entidades”, disse.

 

Exemplo do empresariado recebe reconhecimento

Além de revelar o êxito das alianças formadas entre as entidades representativas, a inauguração do Bento Gonçalves Centro Empresarial é expoente de outro case de sucesso: a parceria público-privada. “Esse formato faz a diferença no progresso e desenvolvimento do município. É merecedora de reconhecimento a iniciativa do empresariado que, mesmo em um momento de crise, exibiu coragem e ousadia, de forma voluntária, e decidiram ser todos pequenas partes de um grande projeto em vez de dono de ideias que não se realizam”, destacou a presidente da FEDERASUL (Federação de Entidades Empresariais do Rio Grande do Sul), Simone Leite.

O legado traduzido pela combinação entre passado e futuro que aparece em cada detalhe do Centro Empresarial mostra, também, um pouco da grande de espírito do empresariado de Bento Gonçalves, disse Gilberto Petry, presidente da FIERGS (Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul. “Essa é uma obra que valoriza o Estado e aquilo que ele tem de bom. Temos indústrias de excelência, produtos de qualidade exemplar, lideranças de grande capacidade no Rio Grande do Sul e projetos como esse, que muito nos orgulham”, salientou.

Ao colocar lado a lado entidades representativas de classe, esse projeto certamente fomentará a economia de toda a região – na opinião do Cônsul Geral da Itália no Rio Grande do Sul, Nicola Occhipinti, apostando no desenvolvimento local ao comentar o recente anúncio da realização de uma feira latino-americana de vinhos no Rio Grande do Sul, provavelmente no final do próximo ano. “Temos aqui na região dois setores que muito se equiparam, tecnologicamente, aos italianos – o moveleiro e o vinícola. Por isso acreditamos nos bons resultados da promoção desse encontro no RS, o que beneficiará, também, o turismo local”, adiantou.